NOVAS MATÉRIAS DA ESCOLA

Eu acho que as matérias que a gente aprende hoje em dia não servem pra nada. Acho que tinha que ter aula de coisas úteis. Tipo… tinha que ter aula de Fifa

Essa matéria chamaria Educação Fífica. Se bem que isso parece o Bolsonaro falando: Tem que ter Educação Fífica, quem vai ensinar é o Paulo Guedes. Eu não sei bem como joga, mas ele sabe.
Na educação Fífica do Bolsonaro,
Cruzamento na área é só entre homem e mulher, ta ok?
Goleiro hétero não pode levar peru. Brincadeira sadia aí, po.

Montar móvel –
Você tenta montar, não consegue. Pega o manual, você fala: Piorou. É mais complicado do que sem. Aí você precisa de um manual pra entender o manual.
Eu comprei um guarda-roupa, eu tava pagando a 3ª parcela e não tinha montado ainda.
Agora eu entendi porque Jesus era carpinteiro.
Porque móvel já é um milagre.
O cara vai a igreja e o pastor fala:

  • Você quer sair do Crack?
  • Não pastor, quero montar um Rack!
    Só Deus pra ajudar a montar um móvel! Na Marabrás não devia ter Fale Conosco e sim Fala que eu te escuto.

Educação Financeira:
Tinha que ter porque as crianças hoje em dia não sabem gastar.
Primeira semana esbanja: é ruffles com coca. Fim do mês, é Fofura com Dolly
A criança tinha que receber a mesada no 5º dia útil. Pra já acostumar a ser assalariado.
Aliás, nem deveria ser ela que recebe. E sim o professor de Educação Financeira.
O maior problema é se rolar corrupção:

  • Professor, não entendi. Eu recebi 100 reais, o senhor ficou com 30. Por quê?
  • É imposto. Essa matéria é muito avançada pra você. É módulo 7, caixa 2.

E criança quer ter dinheiro pra ir na cantina. Mas na escola pública, não ia ter dinheiro suficiente. Aí o governo ia ter que criar programas sociais, tipo: Bolsa Risole, Minha coxinha minha vida. Foi expulso da escola? Tem direito ao Salgado Desemprego.
A criança que fosse mal em Educação Financeira, não ia ficar com nota baixa, ia ficar com nome sujo.
Não vai pra diretoria, vai direto pro Serasa.
Imagina a chamada:

  • Alessandra?
  • Presente
  • Bruna!
  • Presente!
  • Gustavo!
  • Faliu!

Curabitur finibus turpis et augue aliquet tempus. Pellentesque elementum sem ligula, at ultricies metus molestie et. Pellentesque vel nunc dolor. Duis lectus mi, placerat quis odio in, feugiat sagittis ex.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

Gostou do Conteúdo? Deixe seu comentário abaixo

🤔 Quero contratar, mas nunca trabalhei com Stand Up Comedy, por onde começar?

👉 Para começar é necessário saber as respostas das seguintes perguntas:

Qual a duração?

Trabalhamos com apresentações de 10 a 70 minutos, entretanto, segue abaixo o recomendado.

Almoço/Jantar/Happy Hour/Comemorações: 20 a 30 minutos. Por que? O foco será outro e o show um plus, por isso, não é recomendado exagerar na duração para não cansar a platéia.

Evento Corporativo:  30 a 40 minutos. Por quê? Geralmente eventos corporativos são mesclados com premiações e palestras.

Mestre de Cerimônias: Diversas pequenas entradas, com apresentações curtas entre cada palestra ou atração. Indicado: abertura de 15 minutos+ entradas de 3 a 5 minutos, no máximo.

Antes do show, o que é necessário fazer?

É necessário que alguém da organização suba ao palco e explique à plateia o que irá acontecer e leia um breve currículo do comediante para chamá-lo ao palco

Obs: o ideal é que o público JÁ saiba (por divulgações anteriores) que irá rolar um show de humor naquele dia. É melhor que não seja surpresa.

Qual o local ideal? E como devo organizar as cadeiras?

O local mais indicado para o show é um teatro ou anfiteatro. Mas, obviamente, é possível fazer em outros locais, como salões de festas, salas de reunião, buffets, etc. Porém quanto mais parecido com um teatro o local for adaptado, melhor. Ex: plateia toda escura, palco iluminado pelo foco de luz, cadeiras BEM próximas do palco e direcionadas a ele (nenhuma cadeira de costas pro palco).

Do que eu preciso? Qual a estrutura geral necessária? (Todas por conta do contratante)

- Um palco com, no mínimo, 3x2 metros com 40 cm de altura;

- Iluminação de palco com 2 refletores (elipsoidal);

- Dois microfones com ou sem fio e um pedestal girafa (Shure ou Similar);

- Uma banqueta de bistrô

- 2 Caixas de som

E o som?

As caixas de som precisam ser compatíveis com o tamanho do ambiente. Marcas boas: Electro Voice, Yamaha, Antera.

E a luz?

O mais indicado é um canhão de luz. Indicamos um PC ou Fresnel de 1.000 watts, que deve ser colocado de frente ao comediante, colocado na altura do olho (no fundo do local, máximo 20m do palco).

Importante: as luzes vindas de baixo ou dos lados geram sombras no rosto e não geram a iluminação total do artista. Portanto, não são indicadas.


O evento não é em São Paulo. Tem problema?

Não! Entretanto, todos os custos com relação a passagens aéreas, transporte, alimentação e hospedagem será por conta do contratante e nunca do contratado.


Qual a forma de pagamento padrão?

50% no ato da assinatura de contrato;

50% em até 7 dias úteis anteriores ao evento


Emite nota fiscal?

Sim