QUAL A ESTRUTURA NECESSÁRIA PARA CONTRATAR STAND-UP CORPORATIVO NO MEU EVENTO?

Evento para a Samsung, realizado no Hotel Resort Vale Suíço, em 28/02/2020

Você está precisando de ideias para eventos corporativos? Uma boa ideia é fazer stand-up corporativo. E a estrutura básica para um stand-up empresarial em um evento corporativo é simples. Porém, os detalhes podem fazer toda a diferença em relação ao seu evento ser “Uau!” ou “Ok, até que foi bacaninha”.

Para fazer valer o seu investimento ao contratar um comediante, é importante que você dê a ele o máximo possível de estrutura. Aí sim, o evento tende a ser um sucesso (claro que, desde que você escolha um bom comediante, experiente, alinhado com o evento, que tenha noção do tipo de piadas, do palavreado, do público-alvo, etc.)

GERAL

O ambiente ideal para um show de stand-up para empresas deve ser o mais parecido possível com um teatro (tudo escuro, só o foco de luz no comediante, numa sala “apertadinha”, com a galera toda sentada junta).

Ps: Claro, tudo isso, supondo-se que a pandemia já esteja resolvida e não tenhamos que tomar cuidado sanitário algum com aglomerações.

Às vezes, muitos contratantes pensam (e você pode estar pensando também): “Ah, mas a gente queria algo mais despojado, num ambiente maior, que as pessoas vão ficar mais à vontade, relaxadas, jogadas em sofás e comendo pizzas com garçons servindo”

Isso aconteceu comigo exatamente assim em um evento no final de 2019. Porém, ao perguntar se a empresa tinha auditório, me disseram “Ah, sim, como lá tem palestra, não queríamos fazer lá, pra não parecer chato, formal”. Entenda, o que vai fazer o show ser legal ou chato, formal ou informal, é o CONTEÚDO, as piadas do comediante. Se o humorista souber entreter a plateia o tempo todo, a plateia não vai nem ver o tempo passar.

Resultado: Convenci o contratante, fizemos o evento no auditório e foi o meu melhor evento do ano. Plateia participativa, rindo e aplaudindo do começo ao fim.

PROGRAMAÇÃO

ANTES OU DEPOIS DO JANTAR?

Depende. Se o jantar for cedo… depois. Porque assim as pessoas se alimentam e assistem mais felizes ao stand-up. Agora, se o jantar vai demorar a sair, é melhor que o stand-up seja antes. Assim, não corre o risco de metade da plateia jantar e em seguida ir embora, perdendo o show de stand-up.

Outra coisa importante: O clima não pode estar negativo. Por exemplo, tem uma história que o comediante Marcius Melhem contou no programa do Porchat em que, pouco antes de chamá-los (Marcius, junto de seu parceiro, Leandro Hassum), o dono da empresa deu um esporro em todos os funcionários, reclamou do desempenho, de não baterem as metas e em seguida disse: “Agora, pra descontrair,com vocês, humor”. Imagina o climão gostoso que ficou. Impossível fazer humor dessa forma.

Importantíssimo: O evento como um todo precisa ter uma harmonia entre as atrações. Outro caso de outro amigo comediante: ele entrou no palco logo após uma dançarina fazer dança do ventre (pasmem) com uma cobra. Ficou tudo muito deslocado. A energia do evento deve seguir uma lógica e as atrações devem se complementar.

PALCO

O palco ideal deve ter no mínimo, 3m largura x 2m de comprimento x 40cm de altura;

Localização do palco: O palco deve ser o centro das atenções.

Principais erros:

– colocar o palco na frente do banheiro. As pessoas vão ficar passando e isso vai tirar a atenção do público em relação ao show. Além do que, em algum momento, o comediante terá que brincar com o fato de que todos estão vendo que tem muitas pessoas indo ao banheiro. Isso pode acabar sendo desconfortável ao público e muitas pessoas vão deixar de ir ao banheiro para evitar constrangimento.

 – colocar o palco próximo a um local barulhento.

Por exemplo, teve um amigo comediante (não posso citar o nome por questão de ética) que, ao chegar no local do evento, descobriu que o palco ficava exatamente ao lado de uma chapa de carne, onde, durante o show, o cozinheiro ficava tostando hambúrgueres e outras carnes e fazendo um barulho altíssimo “txiiiiii. E com isso, o show foi horrível.

– colocar o palco em um local onde tenha muitas outras distrações visuais. Ex: Em um bar, se atrás do palco estiver a rua, muitas pessoas podem se distrair com os carros passando, com pedestres andando, etc. Nesse caso, o recomendado é colocar uma cortina. Ela embeleza o ambiente e evita essas distrações.

SOM

Microfones – É importante ter, pelo menos, dois microfones com ou sem fio, um para ser usado e um reserva.  

Marca indicada: Shure (ou Similar);

Caixas de som – uma ou duas (depende do tamanho do ambiente)

Marcas indicadas: Antera, JBL

LUZ

Ideal: 2 focos de iluminação, com 2 refletores (elipsoidal);

A posição de colocação das luzes também é importantíssima. Se for usads uma única luz, esta deve ser colocadas bem a frente do comediante, na altura dos olhos, nunca na lateral ou atrás, pois isso pode gerar sombra no rosto e dificultar que a plateia veja bem o comediante, suas caras e bocas, seus gestos, etc.

No caso de serem duas luzes, estas sim devem ser colocadas em diagonal, fazendo um X no rosto do comediante. Sei que não é tão simples de entender isso sem a imagem, qualquer dúvida, pode me mandar nos comentários do post.

Indicação técnica: Um PC ou Fresnel de 1.000 Watts já pode ser suficiente. (consulte seu técnico de luz). Luzes de LED não clareiam tanto e não são indicadas.

DISPOSIÇÃO DAS MESAS E CADEIRAS

Importante que todas as mesas ou cadeiras estejam o mais próximo possível do palco e sem nenhuma cadeira virada de costas para o palco. Quanto mais longe as pessoas estão, menos conexão o comediante consegue com a plateia.

Exemplo prático: houve um evento em que o contratante me disse: “Olha, eu não consigo colocar as cadeiras próximas ao palco, porque vai ter uma banda antes e as pessoas precisam dançar.”

Eu disse: “Ok, entendo. Mas vamos organizar da seguinte maneira: assim que a banda acabar de tocar, o presidente da empresa sobe ao palco, explica que vai rolar o stand-up e diz ‘Agora todos vão pegar suas cadeiras e colocar aqui, pertinho do palco.’

Note que eu não falei ‘Ah, quem quiser, pode pegar’ eu disse ‘todos vão pegar’. E aí combinei com o presidente que ele só desceria do palco assim que todos estivessem ali sentados e em silêncio. Assim foi feito e o evento foi um sucesso.

ADEREÇOS DE CENA

– pedestal

– banquinho do tipo bistrô

– cenário de fundo

– água pro comediante (preferencialmente em garrafa plástica, para não correr o risco de ele quebrar um copo de vidro em cena)

“AI, MAS É MUITA COISA. NÃO DÁ PRA FAZER ALGO MAIS SIMPLES?”

Sim, dá. Mas saiba que se você paga o preço de um coxão duro, você muito dificilmente irá receber um filé mignon. Qualidade de verdade tem seu preço, tanto na estrutura quanto na escolha do comediante. Saiba que, para fazer eventos corporativos criativos e inovadores de verdade, você vai ter que investir.

Mas se esse é o seu caso, aqui vai um resumão de algo mais simples (que eu mesmo não recomendo, pois muita coisa pode dar errado e você vai passar um ar de bem amador para o público, é o famoso “o barato sai caro”)

Resumão básico com baixo custo (e baixa qualidade também, claro):

O básico seria: palco (ou pelo menos algo pra elevar o comediante da altura do olhar do público, como pallets, e assim torná-lo respeitado pelo público), 1 microfone simples (não de karaokê, pelamordeDeus), caixas de som compatíveis com o ambiente (Se for um ambiente pequeno, uma caixa de som pode ser suficiente).

Minha sugestão: contrate um comediante profissional especializado e dê a ele uma boa estrutura. Você não vai se arrepender.

VENDENDO MEU PEIXE

Sou comediante stand-up há 10 anos e ESPECIALIZADO em eventos corporativos (sem palavrão). Faço Mestre de Cerimônias/Apresentador de eventos, stand-up corporativo e através dos jogos de improviso INTERATIVOS (mesmo online), tenho feito esse trabalho de manter as equipes ENGAJADAS E MOTIVADAS com o humor.

Já fiz eventos empresariais para grandes empresas, como: Samsung, Dell, Sebrae, Senac, Souza Cruz, Phillip Morris, etc.

Além disso, trabalho com criação de ROTEIRO PERSONALIZADO (Uma opção é a poesia com piadas) para a sua empresa, o que torna cada apresentação ÚNICA e ESPECIAL.

Ideal para: Confraternização de fim de ano, convenção de vendas, semana SIPAT, Mestre de Cerimônias, festas corporativas, etc.

Temos outras atrações para eventos corporativos: em dupla, em grupo, entre outros.

Veja meus vídeos neste site mesmo www.gustavoboleiro.com.br, na seção… adivinha… “Vídeos”. Loucura, né?! Haha

Mesmo que não me contrate, espero ter ajudado você a entender a importância de ter um bom planejamento para que seu evento realmente seja inesquecível! Boa sorte

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

Gostou do Conteúdo? Deixe seu comentário abaixo

🤔 Quero contratar, mas nunca trabalhei com Stand Up Comedy, por onde começar?

👉 Para começar é necessário saber as respostas das seguintes perguntas:

Qual a duração?

Trabalhamos com apresentações de 10 a 70 minutos, entretanto, segue abaixo o recomendado.

Almoço/Jantar/Happy Hour/Comemorações: 20 a 30 minutos. Por que? O foco será outro e o show um plus, por isso, não é recomendado exagerar na duração para não cansar a platéia.

Evento Corporativo:  30 a 40 minutos. Por quê? Geralmente eventos corporativos são mesclados com premiações e palestras.

Mestre de Cerimônias: Diversas pequenas entradas, com apresentações curtas entre cada palestra ou atração. Indicado: abertura de 15 minutos+ entradas de 3 a 5 minutos, no máximo.

Antes do show, o que é necessário fazer?

É necessário que alguém da organização suba ao palco e explique à plateia o que irá acontecer e leia um breve currículo do comediante para chamá-lo ao palco

Obs: o ideal é que o público JÁ saiba (por divulgações anteriores) que irá rolar um show de humor naquele dia. É melhor que não seja surpresa.

Qual o local ideal? E como devo organizar as cadeiras?

O local mais indicado para o show é um teatro ou anfiteatro. Mas, obviamente, é possível fazer em outros locais, como salões de festas, salas de reunião, buffets, etc. Porém quanto mais parecido com um teatro o local for adaptado, melhor. Ex: plateia toda escura, palco iluminado pelo foco de luz, cadeiras BEM próximas do palco e direcionadas a ele (nenhuma cadeira de costas pro palco).

Do que eu preciso? Qual a estrutura geral necessária? (Todas por conta do contratante)

- Um palco com, no mínimo, 3x2 metros com 40 cm de altura;

- Iluminação de palco com 2 refletores (elipsoidal);

- Dois microfones com ou sem fio e um pedestal girafa (Shure ou Similar);

- Uma banqueta de bistrô

- 2 Caixas de som

E o som?

As caixas de som precisam ser compatíveis com o tamanho do ambiente. Marcas boas: Electro Voice, Yamaha, Antera.

E a luz?

O mais indicado é um canhão de luz. Indicamos um PC ou Fresnel de 1.000 watts, que deve ser colocado de frente ao comediante, colocado na altura do olho (no fundo do local, máximo 20m do palco).

Importante: as luzes vindas de baixo ou dos lados geram sombras no rosto e não geram a iluminação total do artista. Portanto, não são indicadas.


O evento não é em São Paulo. Tem problema?

Não! Entretanto, todos os custos com relação a passagens aéreas, transporte, alimentação e hospedagem será por conta do contratante e nunca do contratado.


Qual a forma de pagamento padrão?

50% no ato da assinatura de contrato;

50% em até 7 dias úteis anteriores ao evento


Emite nota fiscal?

Sim